Slide1.jpg

Programa de Pós-graduação em Biotecnologia

0 DIAS PARA O EVENTO
04 de fev. de 2019 08:30
ICT-UNIFESP, R. Talim, 330
Unifesp-marca.png

Next Event:

Sobre

1/3
Formando profissionais altamente qualificados

O Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da UNIFESP foi criado em 2013 e encontra-se em fase de expansão. Atualmente, o programa possui três áreas de concentração - Biotecnologia Molecular, Biotecnologia em Sistemas Fisiológicos e Engenharia Biológica – que visam formar profissionais diferenciados para atuarem nas mais diferentes áreas da biotecnologia, como a produção de proteínas recombinantes de interesse em saúde e indústria, a prospecção de alvos moleculares de interesse clínico, o desenvolvimento de processos e estudo de mecanismos moleculares e fisiológicos em plantas e animais.

O I Curso de Verão em Biotecnologia tem por objetivo atrair profissionais interessados em entrar em programa de pós-graduação strictu sensu (Mestrado). Esse curso de verão terá duração de duas semanas, sendo a primeira dedicada à aulas teórico-praticas com os docentes do programa e a segunda, dedicada a estágio em laboratório para o desenvolvimento de um miniprojeto.

Período

04/02/19

A

15/02/19 

talim.jpg
 
Quem pode se inscrever?

Público-alvo e seleção

O Curso de Verão será destinado à profissionais graduados ou em em seu último ano de graduação. Não poderão se inscrever estudantes egressos da UNIFESP, bem como de universidades localizadas na cidade de São José dos Campos ou seu entorno.

Os candidatos deverão, no ato de sua inscrição, identificar a linha de pesquisa de interesse. Os profissionais serão selecionados pelos orientadores, de acordo com as informações fornecidas.

 

Serão selecionados ao todo 19 estudantes. Os resultados serão divulgados no site e/ou por e-mail

 
DATA LIMITE DE INSCRIÇÃO
09/12/2018
RESULTADO
20/12/2018
 
 

Linhas de Pesquisa

Prof. Dr. André Zelanis Palitot Pereira

Tem experiência na área de Bioquímica, com ênfase em química de proteínas, atuando principalmente nas seguintes linhas de pesquisa: Proteômica quantitativa e funcional de amostras complexas e abordagens proteômicas voltadas para a caracterização do repertório de substratos de proteases (degradoma)

Profa. Dra. Dayane Batista Tada

Desenvolvimento de nanopartículas e estudos de suas interações biológicas: A eficiência terapêutica e a toxicidade das nanopartículas dependem das suas interações com o sistema biológico. Assim, a pesquisa do grupo de Nanomateriais e Nanotoxicologia consiste não apenas no desenvolvimento de novas nanopartículas como também na compreensão das interações desses nanomateriais com membranas, biomoléculas e células.​

Profa. Dra. Kátia da Conceição

O lab de Bioquímica de Peptídeos tem como objetivo prospectar peptídeos de fontes naturais com ação antimicrobiana e antitumoral. Além disso desvendar os princípios moleculares que regem as interações dos peptídeos farmacologicamente relevantes, com modelos de sistemas celulares, com o objetivo de identificar e entender o mecanismo de ação destas moléculas."

Prof. Dr. Michael dos Santos Brito

Tem vasta experiência em Biologia Molecular de Plantas em diferentes modelos vegetais. Recentemente, tem atuado na engenharia metabólica da parede celular vegetal visando a obtenção de uma matéria prima mais adequada para a produção de etanol lignocelulósico ou também conhecido como etanol de segunda geração.

Profa. Dra. Claudia Barbosa Ladeira de Campos

O objetivo do Grupo de Pesquisa em Bioquímica e Biologia Molecular e Celular de Fungos é estudar as vias de sinalização celular e processos bioquímicos e moleculares relacionados com virulência de fungos para identificação de alvos terapêuticos. O principal modelo de estudo do laboratório é o P. brasiliensis.

Profa. Dra. Elisa Esposito

Em breve mais informações.

Profa. Dra. Luciane Portas Capelo

O Lab Desenv. e Bioeng do Osso  tem interesse em entender qual é o papel do Periósteo no esqueleto. Desde o desenvolvimento esquelético até os processos de regeneração e neoformação, passando pela modelação, crescimento e envelhecimento. O Periósteo é uma potencial ferramenta na bioengenharia dos ossos

Profa. Dra. Danielle Maass

Tem experiência na área de Biotecnologia Ambiental, com ênfase em Processos Bioquímicos, atuando principalmente no reaproveitamento de resíduos industriais e na remoção de poluentes da indústria petroquímica. Suas principais linhas de pesquisa centram-se na reutilização de resíduos e tecnologias amigas do ambiente para o controle da poluição

Profa. Dra. Elisabeth de Fatima Pires Augusto

Em breve mais informações.

Prof. Dr. Martin Rodrigo Alejandro Wurtele Alfonso

A biologia estrutural é uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento de inibidores. No nosso laboratório clonamos, produzimos de forma recombinante e caracterizamos (por cristalografia de proteínas) enzimas de interesse biomédico. Isto nos permite realizar varreduras bioquímicas e modelagem molecular para desenho de antivirais e inibidores de proteínas ligantes de RNA

 

Programa preliminar:

Programa_preliminar_Curso_de_Verão.jpg
 
selecionados e espera.jpg
 

PATROCINIO

FORSEED_LOGO_RGB_POSITIVO.PNG
Morgan_RGB_Cor_Vertical_Positiva.png

APOIO

Unifesp-marca.png
Logo biopark.png
 
 
Contato

Comissão do Evento:

Prof. Dr. André Zelanis

Prof. Dr. Michael S. Brito

Prof. Dr. Sandro G. Soares

PPG Biotecnologia, ICT-UNIFESP,

Rua Talim, 330,

São José dos Campos/SP

 

Contato:

unifesp.biotec@gmail.com

Comissão Organizadora:

Prof. Dr André Zelanis

 

 

Prof. Dr. Michael S. Brito

 

 

Prof. Dr. Sandro G. Soares

 

Contato:

unifesp.biotec@gmail.com